logo
Sign Up
.

Busca seu próximo destino

Tango

Tango

O tango é uma das mais genuínas e originais expressões culturais do Rio da Prata e do Uruguai, oferecendo encantadores entornos para se deixar levar por seu ritmo.

O tango é uma das mais genuínas e originais expressões culturais do Rio da Prata. Nascido da fusão das tradições musicais de origem aficana e dos ritmos e instrumentos européus e crioulos, sendo fiel testemunha da história cultural da região.
A gestação do tango aconteceu tanto em Buenos Aires, quanto em Montevidéu. E um exemplo tangível o constitui a obra “La Morocha” composta em Buenos Aires em 1905 pelo uruguaio Enrique Saborido 3 “Mi noche Triste”, escrita em Montevidéu pelo argentino Pascual Contursi em 1916. O tango foi tombado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO em setembro de 2009.
Esta música surgida em fins do século XIX nos subúrbios de Montevidéu e Buenos Aires tem percorrido um longo caminho. Hoje em dia o tango se dança no mundo todo, fazendo parte também de competições internacionais. Quando falamos em tango nos referimos ao mesmo tempo à dança, música e ao gênero musical em si. É portanto uma expressão netamente urbana e uma das mais genuínas e originais manifestações culturais do Rio da Prata.

.

 
  • A DançaAbrir o Cerrar

    O tango nasceu como uma dança popular com acompanhamento musical. Depois a música e a letra passaram a ser suas protagonistas, porém isso não significou o abandono da original coreografia e sua dança, conformada basicamente pelo abraço do casal com passos muito sensuais e complexos. 

  • As LetrasAbrir o Cerrar

    A partir do aparecimento da orquestra, a letra ou o tango como canção começou a ter um notável auge, com creações de alto valor poético, especialmente aquelas escritas na década de 1940. Quanto ao estilo poderíamos agrupar as letras em cômicas, dramáticas, humorísticas ou líricas.
    As músicas falam dos sentimentos amorosos, de assuntos campeiros, urbanos, sociais, satíricos e até filosóficos. A grande diversidade da linguagem utilizada nas músicas manifesta a influência de diferentes costumes culturais e também um fenômeno cultural proveniente de baixos estratos que gradualmente cativou a entusiastas de todas as classes sociais.

     

  • A MúsicaAbrir o Cerrar

    Em seus começos a música do tango era interpretada somente com flauta, violão e violino. Com o  passar do tempo e a consolidação do gênero apareceu o “sexteto” ou a “orquestra típica” para se converter em forma clássica de interpretação do tango. O “sexteto” é composto de piano, dois bandônios, dois violinos e contrabaixo. A orquestra também pode ser conformada de mais instrumentos. A introdução do bandônio só se produziu em começos do século XX.

  • Nem Uruguaio, nem Argentino: RiopratenseAbrir o Cerrar

    Na verdade, o tango é o produto autenticamente riopratense e filho da mestizagem. Ambos países, o Uruguai e a Argentina, que na segunda metade do século XIX, quando nos separavam só uma dezenas de anos de ter feito parte de um mesmo virreinato, recebiam mais imigração que quantidade de habitantes nascidos no lugar. O tango é autêntico resultado dessa situação nas duas costas do Rio da Prata. E como tal foi apresentado em ambos países à Lista de Patrimônio Imaterial da Humanidade, confirmados pela UNESCO em 2009.

  • Sensual e UrbanoAbrir o Cerrar

    O tango é tipicamente urbano e a forma de dançar é reconhecida no mundo todo por sua sensualidade. A internacionalização do tango, protagonizada ao começo pelas viagens de músicos riopratenses pelo mundo instalou variantes do tango em diferentes países do mundo, como no caso da Finlândia, que aportou sua própria versão do tango com tons menores e onde se considera Seinajöki a terceira cidade do Tango depois de Montevidéu e Buenos Aires.

  • “La Cumparsita”: do Uruguai e do Mundo

    Este tango, que foi trilha sonora de infinidade de filmes, teve sua estreia em uma esquina de Montevidéu da mão do Gerardo Mattos Rodríguez. Sem dúvida é o tango mais conhecido e interpretado no mundo inteiro. Mas o Uruguai tem registrados 17000 tangos e foram interpretados por centenas de poetas, músicos e dançarinos que escreveram, criaram e manifestaram peças a ambas margens do Rio da Prata, as quais tem percorrido o mundo.

 

 

Qué hacer

Como todos os encontros entre pessoas que compartilham a mesma paixão por um gênero musical, as milongas têm suas próprias regras de ouro, que vale a pena conhecer para aproveitar…
O tango é uma das expressões culturais do Rio da Prata mais genuínas e originais, e Montevidéu oferece charmosos espaços para se deixar levar pelo seu ritmo. Qualquer dia da semana,…
Os primeiros acordes do hino dos Tangos se ouvem mais do que nunca nas ruas de Montevidéu. O “tchan, tchan, tchan, tchan” ecoa nos locais mais diversos, desde o antigo…
Nos 100 anos do tango La Cumparsita, o Uruguai prepara diversas festas e eventos culturais para celebrar o acontecimento. A melodia marcará o ritmo de infinidade de eventos culturais e…